Colegiada servirá de pontapé para o 5º Congresso do Sinergia CUT

Evento preparatório será realizado nos dias 15 a 16 de setembro no auditório do Sindiquinze, em Campinas

A preparação para o 5º Congresso do Sinergia CUT, de 30 de novembro a 2 de dezembro, acontecerá durante a 2ª Reunião de Direção Colegiada, a ser realizada de 15 a 16 de setembro. O objetivo deste “esquenta” é aprovar o Texto Base e o Calendário de Debates Regionais (veja acima) do Congresso, que tem como foco a conjuntura atual e o objetivo de discutir e enfrentar essa que é a pior crise do país, que condena milhões de brasileiros ao desemprego. 

É preciso lembrar ainda que a Reforma Trabalhista aprovada pelo Senado e sancionada pelo governo ilegítimo de Michel Temer (PMDB), neste ano, obedece uma lógica favorável às empresas. Essa reforma, segundo vários especialistas, diminui a rede de proteção social e precariza as condições de trabalho. A legislação está desregulada, na tentativa de colocar os sindicatos como meros coadjuvantes no mundo do trabalho, e sem dar direito sequer ao trabalhador de recorrer à Justiça. 

Por isso, o Sinergia CUT quer “dialogar mais e melhor” com sua base para enfrentar esse tsunami de grande impacto. Para isso, é preciso reunir seus dirigentes para elaborar ações de enfrentamento desta situação e  buscar estratégias para as recentes relações de trabalho. O mundo já fala na Indústria 4.0 ou Quarta Revolução Industrial, termo originário na Alemanha que abrange manufatura avançada e muita tecnologia, causando a recolocação dos trabalhadores, ao substituir a mão de obra humana por máquinas e robôs. No Brasil, os efeitos ainda não foram sentidos tão intensamente, mas é preciso estar preparado.

Colegiada 

A abertura da Colegiada acontecerá às 14h do dia 15 de setembro, no auditório do Sindicato dos Servidores Públicos Federais da Justiça do Trabalho da 15ª Região (Sindiquinze), no centro de Campinas. 

Ás 14h30, está previsto o debate “Conjuntura e desafios da classe trabalhadora”, com o ex-deputado estadual Luiz Claudio Marcolino. Ás 16h, o ex-presidente  da CUT, Artur Henrique da Silva Santos, falará sobre “Reforma Trabalhista e impactos na organização sindical”.

No dia 16 de setembro acontecerá debate do Texto Base do Congresso, dando início aos Debates Regionais. As discussões deste dia são:   as privatizações do setor elétrico em curso (Cesp e Eletrobras e Eletronorte), os cenários atuais, calendário de lutas,  e as estratégias sindicais.