Não às privatizações do setor elétrico

Nesta sexta (11), Sinergia CUT participa do Seminário coordenado pelo Deputado Federal Arlindo Chinaglia, em Franca, sobre os impactos da privatização do setor elétrico. É de fundamental importância a participação dos trabalhadores neste evento. Compareça!

O momento é de luta e tem tudo a ver com você, trabalhador do setor elétrico brasileiro! Acontece nesta sexta-feira, a partir das 17h, no Plenário da Câmara Municipal de Franca, o Seminário “Impactos da Privatização do Setor Elétrico Brasileiro”. Promovido pela Comissão Especial da Câmara dos Deputados, sob a coordenação do deputado Federal Arlindo Chinaglia, o evento tem o objetivo de discutir as consequências do Projeto de Lei nº 9.463, de 2018, do governo federal, que “dispõe sobre a desestatização das centrais elétricas brasileiras S.A.”. “A privatização da Eletrobras é uma aberração contra o Brasil”, afirma Chinaglia.

Franca será a primeira cidade do interior do Brasil a receber a Comissão, já que é o potencial energético da região, que conta com as cinco usinas hidrelétricas instaladas em seu entorno: Estreito, Peixoto, Igarapava, Volta Grande e Jaguara.

Resistir e lutar

Sempre na luta contra o desmonte do setor elétrico imposto pelo governo ilegítimo e golpista, o Sinergia CUT apoia e estará presente nesse evento em Franca. “Esse é mais um espaço de conhecimento, discussão e de mobilização contra as privatizações da Eletrobras e da Cesp. Assim como a Frente Parlamentar em Defesa do Setor Elétrico da Assembleia Legislativa (Alesp), criada no final de abril, estaremos juntos nesse debate em Franca”, afirma Carlos Alberto Alves, presidente do Sinergia Campinas.

O governo ilegítimo quer entregar a Eletrobras por R$ 12 bilhões, sendo que a empresa tem um patrimônio de, no mínimo, R$ 400 bilhões.
“A energia é um patrimônio do povo, um bem essencial à vida e ao desenvolvimento do nosso Brasil. Não é uma simples mercadoria a ser negociada livremente e a preço de banana”, alega Wilson Marques de Almeida, dirigente do Sinergia CUT.

Tudo a ver com você!

Por tudo isso, é de extrema importância o envolvimento dos trabalhadores do setor da região de Franca nesse debate de sexta-feira (11). Participe! É o futuro da sua vida, dos seus companheiros, dos seus familiares e de toda uma nação que está em jogo!

O momento é de luta!