Saiu na imprensa: Eletrobras dá mais um passo em direção à desestatização

A Eletrobras convocou assembleia geral extraordinária para 8 de fevereiro para votar a venda de suas seis distribuidoras no Nordeste e Norte, operação que pode aprovar a assunção pela estatal de dívidas bilionárias e estimular interessados nos ativos deficitários.

A venda das distribuidoras, que deve ocorrer até abril, terá preço mínimo de R$ 50 mil, com o compromisso dos compradores realizarem um aporte financeiro no capital social das seis empresas no total de R$ 2,4 bilhões, segundo modelagem autorizado pelo BNDES.

As elétricas foram avaliadas pelo banco estatal em R$ 10,2 bilhões, ante dívidas de cerca de R$ 20 bilhões. A venda dos ativos é um passo importante no processo de desestatização da Eletrobras, que deve ocorrer mais adiante ainda em 2018.