Sindicato se reúne com Instituto Adecon e com o secretário de Fazenda de SP para tratar sobre leilão da Cesp

Os dirigentes do Sinergia CUT Carlos Alberto Alves e Wilson Marques participaram, na última quinta-feira (24), de uma reunião com a diretoria do Instituto Adecon para discutir a modelagem de aquisição das ações destinadas aos trabalhadores no leilão da Companhia Energética de São Paulo (Cesp).

Também foi discutido o futuro dos aposentados após o vencimento do contrato de concessão da Companhia. O leilão está marcado para o dia 26 de setembro. Também ocorreu uma reunião com o secretário da Fazenda de SP, Hélcio Tokeshi. Os dois encontros ocorreram em São Paulo.

Na reunião no Instituto Adecon, as entidades destacaram as ações judiciais que serão protocoladas para barrar a privatização. Foi discutida a viabilidade do aumento de aquisição de ações reservadas aos trabalhadores no processo de privatização da Cesp. Dos 5% destinados aos trabalhadores, apenas 4,2% desse total será vendido com deságio de 50%.

Traduzindo em números: das 16.375.632 ações referentes aos 5% do capital social da CESP, apenas 689.520 será vendido com deságio de 50% ao valor de R$ 8,40 por ação. Em contrapartida, o restante, equivalente a 15.686.112 ações serão vendidas pelo preço cheio, ou seja, R$ 16,80.
Eles ainda pleiteiam o fim a exclusão de trabalhadores com direito nas ações.

Às 17h, os dirigentes do Sinergia CUT participaram de uma reunião com o secretário da Fazenda. Eles estavam  acompanhados pelo deputado estadual e líder da bancada do PT na Assembléia Legistativa, Alencar Santana, e de outras entidades sindicais, como o Sindicato dos Engenheiros de São Paulo (SEESP). Na ocasião, as reivindicações feitas na Adecon foram reforçadas junto ao representante do governo estadual.

O secretário Tokeshi assumiu o compromisso de dar uma resposta aos sindicatos sobre as reivindicações. Os demais questionamentos serão realizados conforme determina o Edital de Licitação, ou seja, serão feitos até 12/09/2017, através do e-mail editalcesp@fazenda.sp.gov.br.