Campanha Contra a Privatização já está nas ruas

22 fevereiro 00:53 2005

‘ O povo paga, mas a luz apaga! Diga não à privatização da CTEEP, CESP e EMAE’. Esse é o mote da campanha de midia contra a tentativa de privatização das últimas energéticas do patrimônio público de São Paulo, proposta apressadamente pelo governador Geraldo Alckmin através de Projeto de Lei que já está em discussão na Assembléia Legislativa. O PL 02/05 autoriza a inclusão da CTEEP no PED (Programa Estadual de Desestatização) e é o primeiro passo para a entregar também as endividadas CESP e EMAE.


O objetivo central da campanha é mobilizar a sociedade contra a venda das estatais, buscando conscientizar a população de que as empresas são um patrimônio de todos e não podem ser vendidas sem discussão e ampla consulta popular, já que energia é um serviço essencial à vida.
A campanha também é um alerta para os riscos que a privatização das energéticas representa para os trabalhadores, com drástica redução de pessoal e de investimentos, e para os consumidores, com queda na qualidade dos serviços, aumentos freqüentes nas tarifas e descaso no atendimento da maioria da população. Uma realidade pode se agravar principalmente com a privatização da empresa de transmissão, tornando o sistema mais frágil e vulnerável a apagões e apaguinhos.


A Campanha Contra a Privatização começou com o abaixo-assinado que envolveu trabalhadores e população e que deve ser encaminhado aos deputados da Assembléia Legislativa. Desde a manhã de hoje (22), a Campanha está sendo divulgada em três painéis eletrônicos instalados em locais estratégicos da capital – nas avenidas Paulista, Ibirapuera e Radial Leste.


A partir de amanhã (23), o Sinergia CUT começa a distribuição de camisetas, coletes e adesivos, além de veicular a Campanha através de outdoors em Bauru, Cubatão, Ilha Solteira, Itapetininga, Jundiaí, Mococa, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Santa Bárbara D´Oeste, Santos, São José do Rio Preto, São José dos Campos, Taubaté, Três Lagoas e Votuporanga. Fique ligado.

  Categorias: