Nova direção do Sinergia CUT toma posse em Ibitinga

09 maio 00:31 2005

As novas direções do Sinergia CUT e do Sindicato dos Eletricitários de Campinas (STIEEC) tomaram posse no último dia 30, em cerimônia na Pousada de Ibintinga (SP). Reeleito para mais um mandato de três anos, Djalma de Oliveira encabeça a direção colegiada do Sinergia CUT, tendo como vice Wilson Marques, também reeleito para a presidência do STIEEC.


A solenidade de posse contou com a presença de lideranças políticas e sindicais, como Arlindo Chinaglia (deputado federal e líder do PT na Câmara dos Deputados), Luiz Marinho (presidente da CUT Nacional), José Lopes Feijóo (presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC), Adi dos Santos Lima (presidente da Federação Estadual dos Metalúrgicos) e Arlene Montanari (diretora da Confederação Nacional dos Bancários).


Nas saudações aos energéticos, todos os convidados foram unânimes em reconhecer a importância do Sinergia CUT como referência de liberdade e autonomia sindical na prática, exemplo de vanguarda e ousadia há mais de sete anos. Ao tomarem posse, os dirigentes das duas entidades reafirmaram os princípios e prioridades de luta através de Carta Compromisso lida e assinada por todos.


Com uma renovação de cerca de 40%, as novas direções assumem reafirmando que o ‘foco de atuação sindical será reforçado por princípios radicais de transparência, ética, solidariedade, democracia e classismo’. Dentre as prioridades estão as lutas pela liberdade e autonomia sindical, pela consolidação do projeto Sinergia CUT, contra todas as formas de precarização do trabalho e de discriminação no ambiente profissional ou pessoal, pelo avanço na organização nos locais de trabalho, contra a privatização e pelo controle social da energia, em favor dos fundos de pensão e planos de assistência médico-hospitalar, e pela qualidade da energia que garante a qualidade de vida e a conquista da cidadania (leia íntegra da Carta Compromisso no link acima).


Antes da posse oficial, a direção participou de dois dias de discussão e planejamento estratégico da Campanha Salarial 2005, durante a 1ª Reunião da Direção Colegiada, mandato 2005-2008. No primeiro dia (28), os trabalhos foram abertos por uma mesa comandada por Paulo Vannuchi, cientista político e dirigente do Instituto da Cidadania, que fez uma análise da conjuntura nacional.


No segundo dia (29), o convidado especial foi o senador Aloízio Mercadante (PT) que participou da mesa junto com o deputado estadual Sebastião Arcanjo (Tiãozinho-PT) e o vereador Vagner Baleeiro (PT), de São José dos Campos, ambos também dirigentes do Sinergia CUT. A reforma sindical continuou na pauta de discussão, com exposição de Artur Henrique da Silva Santos, dirigente do Sindicato e da CUT Nacional, dando as últimas informações sobre a PEC (Proposta de Emenda Constitucional) 369 que está tramitando no Congresso Nacional e enfocando a necessidade de mobilização para pressionar a aprovação de questões de interesse da classe trabalhadora.

  Categorias: