CTEEP: proposta clonada e rejeitada

08 agosto 20:38 2005

Na mesma quinta (07), à tarde, a direção da CTEEP apresentou ao Sinergia CUT a mesma proposta da CESP: reajuste de 7,71% nos salários e benefícios econômicos (vale-alimentação, auxílio-creche, função assessoria, cesta básica e gratificação de férias). Propôs também os 2% da folha para o Plano de Cargos e Salários, garantia de 98% do quadro próprio na cláusula de Gerenciamento de Pessoal e vigência do Acordo Coletivo até maio de 2006.


No mais, a CTEEP manteve a proposta de acabar com o horário flexível, de incorporar o termo aditivo da escala de revezamento ao ACT, de pagar aos cargos técnicos e operacionais metade das horas extras realizadas no mês e autorizar a compensação da outra metade no prazo de 90 dias, de acabar com o pagamento de horas extras para o pessoal de nível universitário, que passariam a compensar todas as horas em até 90 dias. A proposta foi novamente rejeitada pelo Sinergia CUT por estar aquém das reivindicações dos trabalhadores. Mais uma rodada acontece na próxima quinta-feira (14), em São Paulo.

  Categorias: