Globalprev: todos os lados da verdade

08 agosto 20:41 2005

A revista Veja publicou, e os jornais acabaram repercutindo, matérias envolvendo a empresa que tem como sócio o companheiro Wanderley José de Freitas. Mas ninguém mostrou todos os lados.O companheiro Wanderley José de Freitas foi dirigente do Sinergia CUT até o mandato que terminou no dia 30 de abril passado. Wanderley está licenciado da CPFL e é o representante dos trabalhadores no Conselho de Curadores da Fundação CESP. Durante todos esses anos, atuou com competência na defesa dos interesses dos trabalhadores junto ao plano de previdência e no cuidado com o patrimônio futuro dos energéticos.


Atualmente, Wanderley é um dos sócios da Globalprev, empresa de consultoria de fundos de pensão remanescente da Gushiken & Associados. No final de 2002, convidado a participar do governo de transição, Luiz Gushiken deixou de ser sócio e transferiu sua participação aos atuais proprietários que assumiram a gestão sob a denominação Globalprev. A alteração contratual foi arquivada em 6 de dezembro de 2002 na Junta Comercial de São Paulo.


A Globalprev presta assessoria aos fundos de pensão e capacita dirigentes sindicais, conselheiros curadores e comitentes gestores para acompanhar e fiscalizar a aplicação e a evolução do patrimônio dos trabalhadores nos fundos de pensão. Bilhões de reais são investidos pelos fundos de pensão e até então os trabalhadores não tinham acesso para checar como o patrimônio era administrado.


Outro lado – Diante de tantas informações parciais e interpretações equivocadas, o atual ministro Gushiken divulgou nota de esclarecimento em que considera importante ressaltar que não fez ’em nenhum momento, nenhuma aproximação dessa empresa com fundos de pensão ou com órgãos públicos nesse setor’. E lamenta que ‘o atual cenário dê margem para prosperarem inverdades que atingem irresponsavelmente a reputação de homens públicos e instauram um clima geral de insuspeição que em nada contribui para o país’.
Mais: por sua história de compromisso e notória capacitação técnica, a direção do Sinergia CUT manifesta total solidariedade ao companheiro Wanderley, repudiando todas as versões infundadas que vem sendo divulgadas pela grande imprensa.

  Categorias: