CPFLs: IASC é meta das PLRs

09 agosto 00:38 2005

O IASC é uma das metas para pagamento das PLRs na Paulista e na Piratininga. Tem peso de 10% sobre o valor de referência, o que equivale a R$ 300 dos R$ 3.000. A meta pode variar de 70% (IASC 65) a 120% (IASC 70), podendo ser zero se o índice fosse menor do que 65%.


Diante do atraso da Aneel na divulgação do IASC, para cumprimento da cláusula da PLR em abril passado (referente a 2004) foi adiantado o pagamento de R$ 300.  E, havendo diferença para mais ou para menos depois da divulgação do índice, os valores seriam acertados no adiantamento da PLR de 2005,  em setembro próximo.


Com a divulgação do IASC na semana passada, a meta da Paulista será considerada cumprida em 100%, já que a distribuidora ficou entre as três primeiras no ranking, apesar de não ter atingido nenhum dos percentuais previstos.


O problema está na PLR da Piratininga, já que a empresa não ficou dentre as três melhores e não  atingiu nenhum dos percentuais previstos. Como o cumprimento da meta ficou em zero,  os trabalhadores teriam que devolver os R$ 300 já pagos em abril, ‘salvo negociação com o Sindicato’. É essa negociação que o Sinergia CUT já está reivindicando junto à direção da Piratininga. Aguarde novas informações.

  Categorias: