Trabalhador da Medral tem ACT inédito

13 março 14:25 2006

Os trabalhadores da Medral, das quatro Regionais (Andradina, Atibaia, Guarujá e Itanhaém) e também das duas unidades de Dracena, agora têm um Acordo Coletivo de Trabalho. As negociações entre a empresa e o Sinergia CUT foram finalizadas no dia 21 de fevereiro passado, data da assinatura do ACT que tem vigência até 2008, podendo ser prorrogado por mais um ano.


Com o fechamento desse ACT, o Sinergia CUT passa a representar os 474 trabalhadores da Medral!


A data base das unidades foram unificadas para 1º de março. Com isso, o Acordo prevê o reajuste em março de 5% aos trabalhadores de Andradina, Atibaia, Guarujá e Itanhaém e de 2,7% aos companheiros de calderaria e reformadora de Dracena.


Entre os outros itens do ACT estão: piso salarial de R$ 479,02, pagamento das horas extras (adicional de 50% de segunda a sexta-feira, 70% aos sábados e 100% aos domingos e feriados), ajuda para refeição, direito de organização sindical e garantia de emprego aos representantes sindicais.


Sindicato na base
O Sinergia CUT começa nesta quarta (15), uma série de visitas nos locais de trabalho da Medral, para conversar com os companheiros, conhecê-los melhor, trocar idéias e saber de suas expectativas. Nessa primeira etapa, dirigentes do Sindicato estarão às 7h no Canteiro de Obras de Andradina. Durante o dia, as visitas serão nas unidades da Calderaria de Dracena e, às 17h, no Canteiro de Obras de Dracena.

  Categorias: