Bolsa Família terá mais 1,9 milhão de beneficiários

07 junho 16:06 2006

O governo vai incluir 1,9 milhão de beneficiários no programa Bolsa Família até o fim deste ano. Hoje, o Bolsa Família atende 9,2 milhões de famílias. A meta do governo é encerrar o ano com 11,1 milhões de famílias beneficiadas pelo programa. O Ministério do Desenvolvimento Social já fez consultas jurídicas para avaliar se novas famílias poderiam ser incluídas no programa no período eleitoral. A secretária nacional de Renda e Cidadania, Rosana Cunha, concluiu que ‘não há nenhum impedimento legal para a inclusão de famílias ao longo do ano’, pois é um programa continuado.


O ministério nega que a ampliação do Bolsa Família neste ano seja uma medida eleitoreira do governo Lula. A justificativa é que a regulamentação do Bolsa Família prevê a atualização dos cadastrados com base na Pesquisa Nacional por Amostragem de Domicílios (PNAD). A PNAD de 2004 revelou que o país tem 11,1 milhões de famílias pobres ou vivendo abaixo da linha de pobreza, ou seja com renda de R$ 60 até R$ 120 por mês.


O Ministério do Desenvolvimento Social divulgou ontem um levantamento revelando que o dinheiro do Bolsa Família – o valor médio do benefício é de R$ 65 – está sendo usado para a compra de alimentos. De acordo com a pesquisa, a percepção dos beneficiários é que aumentou o consumo de leite, macarrão, pão e biscoito, iogurte, queijo e frutas. Foram ouvidas 3.000 chefes de família.

  Categorias: