CS 2006: Rejeitada a proposta da CPFL Energia. Mais uma vez

20 junho 14:22 2006

Um abono de 10% e reajuste de 3,5% nos salários e benefícios, com exceção do VR e do VA que teria um reajuste de 7% . Essa foi a proposta apresentada pela CPFL Energia na quarta rodada de negociação ocorrida na manhã desta Terça-feira (20). Pouco demais para uma empresa que apresenta lucros exorbitantes e elevados índices de produtividade.


A proposta foi rejeitada na mesa pelo Sinergia CUT uma vez que, além de propor índices de reajustes insuficientes, a CPFL continua intransigente, negando-se a discutir outras reivindicações dos trabalhadores, como PLR, Política de Emprego na Piratininga, Plano de Cargos e Salários e prorrogação do Acordo Coletivo. Aguarde mais informações sobre o Plano de Luta.

  Categorias: