Artur participa de campanha para reconquistar metalúrgicos de Volta Redonda

30 junho 17:48 2006

Nesta sexta-feira, dia 30, o presidente da CUT, Artur Henrique, está em Volta Redonda (RJ), participando da campanha da chapa cutista à nova direção do Sindicato dos Metalúrgicos local. O processo eleitoral ocorre nos próximos dias 6 e 7. A nossa chapa, a 1, é encabeçada por Jadir Batista de Araújo, secretário-geral da Federação Interestadual dos Metalúrgicos da CUT/ RJ-ES. Uma das chapas concorrentes é composta pela Força Sindical e, a outra, por uma composição entre PMDB, PSOL e PC do B.


Por 12 anos, o Sindicato dos Metalúrgicos de Volta Redonda manteve-se distante da CUT. O período foi marcado por episódios nebulosos e turbulências que causaram desmobilização e enfraquecimento da organização no local de trabalho. Além de acusações graves de corrupção, o sindicato chegou a aceitar reajustes abaixo da inflação, enquanto no restante do país os metalúrgicos conquistavam aumentos reais de salário.


‘O principal desafio da CUT neste importante sindicato é resgatar os princípios de combatividade e mobilização da base, o que vai, sem dúvida, trazer aos trabalhadores a volta do orgulho em participar das atividades sindicais’, resume Artur Henrique. Ainda hoje, o presidente nacional da CUT vai a Belo Horizonte, participar do ato de posse da nova direção da CUT Minas Gerais, que será presidida por Lúcio Célio Guterrez.


Ontem, dia 29, Artur Henrique esteve em Belém. Além de participar da posse da nova direção da CUT Pará, agora presidida pelo urbanitário Rômolo Martins, Artur visitou sindicatos locais e compareceu a um encontro para discutir formas de a Central participar dos esforços pela revisão do processo de privatização da Vale do Rio Doce. Artur também concedeu uma entrevista coletiva.


Nesta semana, a CUT Pará participa de um seminário sobre o tema, realizado em Paraupebas, cidade em que se localiza a maior jazida de ferro do mundo, explorada pela Vale do Rio Doce. No próximo dia 2, em frente ao principal portão da empresa, haverá uma manifestação pela volta do controle estatal à direção da Vale. A direção da CUT Pará e Artur Henrique acertaram que o presidente nacional voltará à região em breve, para visitas políticas. ‘A presença dele é muito importante para fortalecer nossa ação no estado’, comenta Rômolo Martins.

  Categorias: