Duke Energy divulga PLR muito maior do que paga

30 junho 12:30 2006

Estranho e contraditório.  O Sinergia CUT apurou que  a  Duke Energy divulgou em seus três últimos demonstrativos financeiros anuais a distribuição de uma PLR com valores muito superiores ao que realmente foi pago aos trabalhadores.


Segundo os balanços, em 2003, a PLR média distribuída foi na ordem dos R$ 13.708. Em 2004, o valor divulgado foi de R$ 27.121 e, no ano seguinte (2005), a PLR teria sido de R$ 20.326.


Apesar desses números, é sabido que, em média, foram recebidos pelos trabalhadores da empresa valores muito menores: aproximadamente R$ 5.200 em 2003 e 2004, e cerca de R$ 4.700 em 2005.
Vale ressaltar que os valores pagos seguem exatamente o que está previsto na cláusula do Acordo Coletivo: aproximadamente 0,5% do Resultado do Serviço.


Confira o que diz o ACT firmado entre o Sindicato e a Duke Energy, na cláusula sexta:


‘A Participação nos Lucros e Resultados (PLR) terá como base o valor composto em até 60% pelos indicadores econômico financeiros (IEF) e até 40% pelos indicadores técnicos de qualidade (ITQ), sendo que esses 40% vinculados a metas serão discutidos por meio de comissão paritária (Duke/Sindicato) e fixados pelas partes no prazo de 60 dias após a assinatura deste acordo coletivo, podendo ser distribuídos 0,5% dos Resultados dos Serviços da Duke no exercício 2005, proporcional aos meses de emprego no ano 2005, sendo 25% da folha nominal de salários pagos a título de adiantamento no mês de outubro/2005 juntamente com o pagamento do salário mensal e o restante junto ao salário mensal do mês de abril/2006’.


No parágrafo 5º da mesma cláusula, o ACT prevê ainda que ‘o pagamento dos valores referentes às PLRs será efetuado na seguinte proporção: a) 50% dos valores apurados de forma igual e linear para todos os empregados e b) 50% de forma proporcional ao salário de cada empregado.’


A pergunta que não quer calar
Se a empresa pagou o que prevê o ACT e dilvulgou a existência e o pagamento de valores bem maiores, onde está o resto do dinheiro distribuído a título de PLR?

  Categorias: