CS 2006: Elektro joga na retranca

07 julho 19:56 2006

A Elektro manteve a proposta de 2,98% de reajuste nos salários e benefícios durante a quinta rodada de negociação com o Sinergia CUT, realizada na tarde desta sexta-feira (07), em Campinas. Ainda estuda proposta para pagamento da PLR, mas adiantou que a antecipação seria paga no próximo dia 28. 


Sem avanço no econômico, depois de muito debate, a empresa finalmente atendeu três reivindicações da pauta dos trabalhadores: pagamento da média total das horas extras no 13° salário e nas férias, antecipação do pagamento da primeira parcela do 13° de maio para fevereiro e reconhecimento da necessidade de um ACT para o pessoal da EKCE-Comercializadora.


Mas, mesmo jogando na retranca, a empresa arriscou dois ataques: quer retirar o fretado do pessoal que trabalha na sede, em negociação no prazo de trinta dias depois de assinado o novo Acordo, e negociar um novo Plano de Previdência para todos os trabalhadores, no prazo de sessenta dias.


Como se esperasse o resultado de outro jogo, a Elektro nem tocou em prorrogação do Acordo Coletivo. Para o Sinergia CUT, a tática da empresa continua sendo a de jogar duro para cansar os trabalhadores e assim tirar o máximo que puder: dinheiro das aposentadorias, ônibus fretado, garantia de emprego… principalmente porque os ingleses estão chegando e esse jogo é videotape.


É bom que saiba que o time dos trabalhadores é incansável e vai para o contra ataque para defender salário e renda, emprego e conquistas históricas com muita mobilização em todos os locais durante toda a semana que vem. Antes da nova rodada que está marcada para o próximo dia 12.

  Categorias: