Assembléias rejeitam proposta da AES Tietê

20 julho 15:43 2006

Por unanimidade, os trabalhadores da AES Tietê recusaram a proposta final em todas as assembléias realizadas pelo Sinergia CUT até a última segunda-feira (17). A proposta foi  apresentada pelos negociadores da empresa durante a sexta rodada de negociação, realizada no último dia 11.


A proposta rejeitada pelos trabalhadores previa 4% de reajuste nos salários, abono de R$ 450, vale alimentação de R$ 575 (com redução na Tabela de Participação), 6,25% no adicional de turno, parcelamento de férias para quem tem mais de 50 anos (com aprovação do Ministério do Trabalho) e prorrogação do Acordo Coletivo até 2008. 


Imediatamente, o Sinergia CUT enviou carta à empresa para comunicar oficialmente o  resultado das assembléias e solicitar a reabertura da negociação. A meta é retomar a mesa para  melhorar a proposta, com avanços principalmente no econômico e no extinção do Banco de Horas.


Caso a empresa se recuse agendar nova rodada, os trabalhadores já aprovaram o Plano de Luta que prevê mais Café no Portão, agora com mobilizações de até meio período a partir de quarta (26) da semana que vem. Portanto, é essencial manter o pique de mobilização. Porque se o hexa não veio, essa é a nossa luta!

  Categorias: