Conta de luz fica mais cara em 4 Estados a partir de segunda

03 agosto 16:37 2006

A conta de luz ficará mais cara para consumidores residenciais de quatro Estados a partir de segunda-feira. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) autorizou nesta quinta reajustes de até 8,29%.


O Espírito Santo lidera o aumento. A Escelsea, empresa capixaba que atende 1,050 milhão de unidades consumidores em 67 municípios, vai cobrar de 8,29% mais para residências e 15,28% para clientes industriais.


A Celpa, do Pará, vai reajustar os preços em 1,74% para residências e 7,20% para indústrias. A companhia atende 1,343 milhão de clientes. Em Santa Catarina, a Iguaçu, que atende 25 mil unidades consumidoras no Estado,vai elevar os preços residenciais em 6,96% e industriais em 13,24%.


Os clientes industriais da Celesc, que serve 2,048 milhões de clientes em 260 municípios de Santa Catarina e em Rio Negro, no Paraná, pagarão 5,79% mais pelo serviço de energia. Os consumidores residenciais, porém, vão para 3,43% mais barato.


O índice de reajuste leva em conta o IGP-M dos últimos 12 meses, o custo da energia comprada das geradoras, taxas de fiscalização e encargos de transmissão, informa a Aneel.

  Categorias: