CPFL deve apresentar lucro de R$ 339 milhões

09 agosto 17:07 2006

A Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL) deve apresentar um lucro líquido de R$ 339 milhões para o segundo trimestre do ano, um crescimento de 44,3% em comparação com os R$ 235 milhões obtidos em igual período do ano passado, de acordo com as estimativas do Banco Brascan.


O banco mantém a recomendação de compra e o preço alvo de R$ 38,76 por ação, por não esperar que os resultados tenham um grande impacto sobre as cotações da companhia. Os números devem ser apresentados amanhã.


A previsão é de receita liquida em R$ 2,17 bilhões, alta de 12% no comparativo anual. A geração de caixa, ou Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações), deve fica em 710 milhões, crescimento de 28% em relação ao segundo trimestre de 2005. A margem Ebitda está projetada em 32,7%, sobre os 28,6% registrados entre abril e junho do ano passado.


Para o Brascan, a companhia deve anunciar um aumento no volume de energia distribuída, com uma evolução no consumo total (residencial, industrial, rural, comercial e outros) de cerca de 3%. Outro ponto destacado pelo banco é o reajuste de tarifa de10,83% que passou a valer dia oito de abril. `Outro ponto positivo para maior escala na operação da empresa é o aumento da participação em cerca de 32% na RGE Energia, passando a deter 99,76% do capital total da empresa.`


Há pouco, o papel (CPFL3) recuava 1,04%, para R$ 28,40, na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa).

  Categorias: