Energia elétrica supera a média dos demais setores

31 agosto 18:19 2006

Rio de Janeiro – O desempenho das empresas de energia elétrica no primeiro semestre de 2006 superou a média dos demais setores da economia, apesar do crescimento do consumo abaixo das expectativas nos últimos meses. Essa média, no entanto, não considera os bancos, a Petrobras e a Companhia Vale do Rio Doce, cujos lucros são os maiores do país Segundo levantamento de uma empresa de consultoria junto a 31 companhias negociadas na Bovespa, o lucro líquido das elétricas teve uma alta real de 9% no período e atingiu R$ 5,16 bilhões.


Na média, o ganho de todas as companhias de capital aberto não financeiras caiu 4,09% de janeiro a junho deste ano comparado a igual período de 2005. As receitas do setor elétrico tiveram crescimento real de 1,6%, de R$ 39,05 bilhões para R$ 39,66 bilhões.


O desempenho modesto deveu-se ao fato de o consumo de energia ter desacelerado no terceiro trimestre por vários fatores, segundo a Empresa de Pesquisa Energética (EPE). Um deles foi a Copa do Mundo, que provocou interrupções informais nos diversos setores econômicos nos dias de jogos do Brasil e afetou o consumo de todos os segmentos do mercado.

  Categorias: