Datafolha: Lula volta a subir e atinge recorde de 57% dos votos válidos

06 setembro 17:16 2006

Apesar da campanha difamatória dos adversários na propaganda eleitoral, intensificada desde o início da semana passada, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, candidato à reeleição pelo PT, continua subindo na preferência do eleitorado e seria reeleito já no primeiro turno com 57% dos votos válidos, índice recorde em pesquisas presidenciais.


‘Os ataques contra o presidente Lula no horário eleitoral gratuito não abalaram a candidatura do petista à reeleição. A 25 dias das eleições, ele consolidou suas chances de vencer já no primeiro turno’. É o que aponta pesquisa Datafolha divulgada na terça-feira (5) pelo Jornal Nacional da TV Globo e publicada nos jornais desta quarta-feira (06).


Pela nova pesquisa, Lula está com 51% das intenções de voto (tinha 50% no levantamento anterior) e Geraldo Alckmin (PSDB), estacionou nos 27%. Já Heloísa Helena (PSol) caiu de 10% para 9%. Cristóvam Buarque (PDT) e Ana Maria Rangel (PRP) aparecem com 1% cada. Os demais não pontuaram. Brancos e nulos somam 4%, enquanto os indecisos são 6%.


Segundo o Datafolha, ‘embora os números gerais do levantamento tenham mudado pouco, dentro da margem de erro, alguns pontos mostram um novo fortalecimento do petista. Na pesquisa espontânea, na qual o eleitor cita sua preferência antes de receber a lista de candidatos, o presidente atingiu o recorde de 41%’.


A pesquisa mostra que Lula também cresceu entre os eleitores mais ricos e escolarizados, ganhou ainda novos pontos na região Sul e teve um ganho expressivo, de nove pontos percentuais, entre os eleitores de municípios que têm entre 35 mil e 100 mil votantes.


Apesar de a nova pesquisa consolidar a vitória de Lula já no primeiro turno, o Datafolha voltou a simular o resultado das eleições em um eventual segundo turno: Lula venceria Alckmin por 55% a 37%, mesmos índices da pesquisa anterior.


A aprovação do governo Lula também continua em alta. Para 48% dos entrevistados, a administração federal é ótima ou boa. Outros 33% a consideram regular, enquanto apenas 18% acham que é ruim ou péssima.


O Datafolha ouviu 7.724 eleitores em 349 cidades entre segunda (4) e quarta (5). A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

  Categorias: