Eleições: Observatório aponta que Alckmin continua o dono da mídia

15 setembro 15:56 2006

A manipulação da grande mídia em favor da candidatura do tucano Geraldo Alckmin, intensamente denunciada pelos movimentos sociais, ficou comprovada mais uma vez com a divulgação da nova pesquisa do Observatório Brasileiro de Mídia que vem acompanhando e analisando a cobertura de grandes jornais e revistas nas eleições presidenciais.


As primeiras pesquisas do Observatório já apontavam que enquanto o candidato Luiz Inácio Lula da Silva teve 595 menções negativas, Alckmin teve menos da metade. A análise da cobertura eleitoral dos cinco maiores jornais brasileiros continua e os resultados não são diferentes. Folha, Estado, Globo, JB e Correio Braziliense abriram mais espaço ao tucano na reta final.


A pesquisa divulgada nesta quinta (14) mostra que Lula continuou recebendo a maior percentagem de reportagens negativas, 52,8%. Já Alckmin ganhou mais reportagens e continuou tendo melhor tratamento, com 42,2 % de matérias positivas.


Leia o comunicado encaminhado à Redação do Sinergia CUT:


‘ Eleições 2006
Observatório divulga nova rodada da
pesquisa de acompanhamento da mídia


Uma nova rodada da pesquisa de acompanhamento sobre a cobertura da mídia nas eleições presidenciais foi divulgada esta semana pelo Observatório Brasileiro de Mídia. Os números, já disponíveis no site do OBM na internet (www.observatoriodemidia.org.br), mostram poucas diferenças no percentual de reportagens positivas, negativas e neutras para o candidato Luiz Inácio Lula da Silva (PT).


Enquanto no período de 26/08 a 01/09 as matérias referentes a Lula eram 51,6% negativas, no período entre 02 e 08/09 este percentual passou para 52,8%. Já o índice matérias positivas subiu de 29,1% para 30%.


Também as matérias referentes a Lula Presidente apresentaram pouca variação. Entre 26/08 e 01/09 o número de reportagens negativas atingia 52% e passou no período de 02 a 08/09 para 54%. Já o índice de matérias positivas caiu de 25,2% para 23,7%.


No que se refere ao candidato Geraldo Alckmin (PSDB), o acompanhamento feito pelo Observatório de Mídia sobre os cinco principais jornais – Folha de São Paulo, O Estado de São Paulo, Jornal do Brasil, Correio Braziliense e O Globo – mostra uma elevação no número de reportagens positivas (de 40% para 42,2%) e neutras (de 14,7% para 18,9%) e queda no percentual de reportagens negativas (de 45,3% para 38,9%).


A candidata Heloísa Helena (PSOL) foi a que registrou maiores diferenças entre uma semana e outra. O número de reportagens positivas para a candidata caiu de 69% para 48,3%. Enquanto o de reportagens negativas subiu de 10,3% para 24,1%, no mesmo período.


O Observatório também registrou grande queda no número de reportagens positivas destinadas ao candidato do PDT, Cristovam Buarque, que passou de 75% entre 26/08 e 01/09 para 16,6% na última semana. Em contrapartida os índices negativos subiram para 41,7%.’

  Categorias: