CMS Energy envia minuta de Acordo do Passivo da Periculosidade

25 setembro 19:04 2006

O Grupo CMS Energy enviou apenas no final da tarde da última quinta-feira (21) a minuta do acordo judicial para liqüidação do passivo trabalhista das diferenças do adicional de periculosidade. As planilhas com os valores individualizados ainda não foram enviadas ao Sindicato.


Depois de analisar o documento, o Sinergia CUT constatou divergências com o que foi negociado, principalmente em relação ao pagamento do FGTS, o valor do acordo e a quitação do passivo. Por isso, Sindicato e representantes do RH e do Jurídico do Grupo participaram de reunião na tarde desta segunda-feira (25) para negociar alterações no texto.


Ficou acertado que uma nova reunião acontecerá na próxima quarta-feira (27), desta vez entre o Sindicato, o Jurídico do CMS e  o escritório de advocacia terceirizado ‘Demarest’ para finalizar o texto do Acordo, contemplando principalmente a negociação sobre a forma do pagamento do FGTS.


Também foi confirmado que o pagamento será em até 30 dias após a homologação judicial dos processos. O pagamento dos trabalhadores ativos será feito através de olerite adicional expedido especialmente com essa finalidade.


O pagamento dos inativos – aposentados e desligados – será feito através de depósito em conta corrente. Para tanto, é necessário o comparecimento dos interessados às unidades da empresa no dia seguinte à homologação judicial, para preenchimento  de cadastro específico, com informações sobre o depósito (banco, agência, conta corrente e CPF).

  Categorias: