Começa a Avaliação de Desempenho na CPFL

06 outubro 09:40 2006

Processo, que vai até final de outubro, é injusto: avaliação do líder prevalece sobre a dos trabalhadores


A CPFL implementou entre os trabalhadores, no último mês de setembro, o processo de Avaliação de Desempenho 360º ou, como também é conhecido, o Valor Pessoal. Mais uma vez, o Sinergia CUT ressalta: não é contra a realização de uma avaliação justa do trabalhador, feita com o objetivo principal de incentivá-lo e levantar a sua auto-estima.


Porém, o Sindicato não pode deixar de contestar uma avaliação que, ao invés de destacar as habilidades de cada trabalhador, o pune, diferenciando-o dos demais colegas.


E, infelizmente, é exatamente isso que vem sendo verificado nas últimas ADs realizadas na CPFL. E essa situação não condiz com o que a própria empresa divulga nos meios eletrônicos: ‘Buscar continuamente o bem-estar dos colaboradores…  buscando a melhoria contínua de todos os processos de trabalho e promovendo a qualidade de vida.’


Estranho notar que, na AD da CPFL, a avaliação feita pelo líder sempre é a que prevalece sobre as avaliações feitas pelos pares (trabalhador/colegas), uma vez que seu peso é maior: a auto-avaliação vale 10 pontos, a dos pares 20 pontos e a feita pelo líder, 50 pontos.


O Sinergia CUT insiste que há necessidade de discutir e mudar essa situação. Pela real Avaliação de Desempenho.

  Categorias: