BNDES aprova linha de R$ 161 mi para expansão e modernização da Elektro

17 outubro 14:27 2006

A Elektro Eletricidade e Serviços receberá do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) um financiamento de R$ 161 milhões para expandir e modernizar seu sistema de distribuição de energia elétrica.


Além do empréstimo contratado junto ao banco de fomento, o projeto terá mais R$ 245 milhões desembolsados pela própria empresa. Quatro agentes financeiros farão o repasse dos recursos do BNDES: Unibanco, Itaú-BBA, Votorantim e Bradesco.


Com o investimento, a Elektro quer atender ao crescimento do consumo de energia e ao aumento da base de clientes. Também buscará adaptar-se aos indicadores de qualidade determinados pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e pelo Operador Nacional do Sistema (ONS).


O plano de investimentos da Elektro está dividido em cinco subprojetos: preservação do negócio, melhorias, expansão, suporte operacional e projetos regulatórios.


A previsão é de que 1.620 empregos indiretos sejam criados na fase de implantação, que levará cerca de dois anos.


A Elektro – pertencente ao grupo britânico Ashmore Investment Management – atua em 223 municípios em São Paulo e mais cinco em Mato Grosso do Sul. Tem cerca de 2,3 mil funcionários e é considerada a terceira maior distribuidora de São Paulo, responsável pelo atendimento a mais de seis milhões de consumidores. A empresa opera um sistema de distribuição de energia elétrica que possui 120 subestações, com 74,3 mil km de rede primária.

  Categorias: