Reajustes tarifários: Aneel analisará processos da Bandeirante e Piratininga em reunião extraordinária

17 outubro 14:27 2006

Agência pretende tratar também, na próxima quinta-feira, 19, pedido de reconsideração do percentual de revisão tarifária da Bandeirante


A Agência Nacional de Energia Elétrica pretende analisar em reunião extraordinária da diretoria na próxima quinta-feira, 19 de outubro, o processo de homologação do reajuste tarifário da Bandeirante (SP). Segundo o relatório disponibilizado pela Aneel, a distribuidora pleiteia percentual de 13,16%. O adiamento foi decidido para que a Aneel possa analisar o pedido da distribuidora para mudança da base de remuneração, e por conseqüência, o percentual da primeira revisão tarifária.


Com a decisão, os diretores da Aneel retiraram os respectivos processos da pauta da reunião semanal, que acontece nesta terça-feira, 17. Além disso, a diretoria retirou de pauta o processo referente ao reajuste tarifário da Piratininga (SP), que pode ser influenciado por eventuais alterações nos valores da Bandeirante.


Para elevar o índice, a Bandeirante pleiteia o reconhecimento dos juros sobre obras em andamento; reconhecimento do critério para avaliação de terrenos; reavaliação de componentes menores referentes a máquinas e equipamentos; e necessidade de remuneração dos impostos não recuperáveis; entre outros pontos.


Segundo a companhia, o não reconhecimento desses custos por parte da Aneel causa desequilíbrio econômico-financeiro. A base de remuneração, de acordo com o processo, foi validada em setembro de 2005, com percentual de 9,67% e componente Xe do Fator X de 1,18%. A empresa pediu reconsideração do valor. (Fábio Couto)

  Categorias: