Aposentados fazem ato em defesa da Previdência e contra os privatistas nesta quarta

24 outubro 18:40 2006

‘Em defesa da Previdência pública, derrotar os privatistas nas ruas e nas urnas’. Esta é a chamada do Sindicato Nacional dos Trabalhadores Aposentados e Pensionistas (Sintap) da CUT, para a manifestação desta quarta-feira (25), com concentração às 9 horas, em frente ao MASP, em São Paulo.


De acordo com Epitácio Luiz Epaminondas (Luizão), da executiva do Sintap, graças à unidade e mobilização das entidades representativas do segmento e a sensibilidade do governo Lula, está sendo possível avançar em inúmeras conquistas. ‘Vamos às ruas porque temos claro que, mais do que a reeleição do presidente, o que está em jogo neste momento é um projeto de país, que aponta para a inclusão, com desenvolvimento e justiça social. Do outro lado, temos Alckmin, que é mais de FHC, das privatizações e dos desmandos contra aposentados, pensionistas e idosos’, ressaltou.


Entre as mais expressivas conquistas, Luizão lembrou que foi estabelecido com o governo um canal de diálogo permanente para as negociações; garantida a antecipação da data-base, que até 2009, gradativamente, chegará em janeiro; a antecipação do pagamento dos benefícios para até o quinto dia útil – enquanto no desgoverno FHC era feito até o vigésimo dia do mês -; a redução dos juros bancários para os aposentados e o aumento real acima da inflação, além do pacote de benefícios que inclui descontos de 90% em medicamentos para diabetes e hipertensão.


Elegendo Lula, destacou o dirigente do Sintap, ‘poderemos avançar nas conquistas, já que estão em pleno andamento negociações sobre o fim do Fator Previdenciário; a manutenção do sistema de aposentadoria por tempo de serviço, sem exigência de idade mínima; a modernização do Sistema Previdenciário para melhorias no atendimento e maiores investimentos na saúde pública para proporcionar melhor atendimento aos idosos’. (Leonardo Severo)

  Categorias: