Segurança: distribuidoras querem reduzir acidentes com rede elétrica

07 novembro 10:59 2006


Foco de campanha recai sobre quatro ocorrências: pipas enroscadas nos fios, instalação de antenas de televisão, construção e manutenção predial e ligações clandestinas



Eventos simultâneos em 22 cidades (17 capitais e cinco municípios), mobilizações em locais públicos e distribuição de cartilhas e folhetos com dicas para evitar acidentes com a rede elétrica. Assim teve início a Semana Nacional da Segurança com Energia Elétrica, iniciativa da Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica em conjunto com as 51 distribuidoras associadas, a fim de conscientizar a população sobre os riscos de lesões graves e de mortes que são conseqüência deste tipo de acidente.



O objetivo é atingir 160 milhões de habitantes e reduzir a ocorrência, média, de mil acidentes por ano. O foco da campanha, segundo o presidente da Abradee, Luiz Carlos Guimarães, recai sobre quatro ocorrências: pipas enroscadas nos fios, instalação de antenas de televisão, construção e manutenção predial e ligações clandestinas, que inclui roubos e furtos de cabos.



Além de alertar a população, a campanha também visa chamar a atenção do poder público para o problema, observou o executivo. Guimarães destacou que as distribuidoras já contam com campanhas individuais. A campanha pretende contar com a sinergia dos parceiros para aumentar a disseminação das informações sobre a prevenção de acidantes.



Ainda de acordo com Guimarães, a preocupação da Abradee e das distribuidoras aumentou com a implantação, nos últimos anos, de programas de universalização, em especial o Luz para Todos, que trouxeram novos consumidores de áreas rurais e periféricas para o sistema. A universalização agregou a base de clintes pessoas com baixo nível de informação e conscientização sobre o uso seguro de energia, destacou ele.



Dados mais recentes da Abradee apontam que, entre 2001 e 2005, 986 pessoas sofreram acidentes, sendo 323 fatais e 285 com lesões consideradas graves. Presente à cerimônia de lanaçamento da campanha, o presidente da Ampla, Marcelo Lhévenes, observou que a distribuidora destinou R$ 1 milhão para campanha de prevenção e combate a acidentes, com foco no consumo irregular de energia.



A campanha lançada nesta segunda-feira, 6 de novembro, no Rio de Janeiro, terminará no próximo dia 12, com eventos com esquetes de teatro, veiculação de spots de rádio, ofertas de serviços gratuitos à população, como emissão de documentos, e ações educativas em escolas, canteiros de obras e áreas rurais, entre outra inicitativas. (Fábio Couto)

  Categorias: