Duke Energy tem lucro de US$ 1,86 bilhão em 2006

06 fevereiro 17:53 2007

Área internacional teve Ebit de US$ 139 milhões no ano passado. Empresa se desfez de duas hidrelétricas na Bolívia


A Duke Energy International anunciou nesta terça-feira, 6 de fevereiro, lucro líquido de US$ 1,860 bilhão em 2006, pouco acima dos US$ 1,820 bilhão do ano anterior. Segundo a companhia, o resultado reflete a integração dos ativos do meio-oeste americano nas subsidiárias Franchised Electric & Gas e Commercial Power, desempenho melhorado das divisões Natural Gas Transmission e Field Services, além do impacto de benefícios tributários registrados no quarto trimestre.


Esses resultados foram contrabalançados por menores resultados contínuos em recursos internacionais e crescentes e na emissão de novas ações, como resultado da fusão com a Cinergy. A Duke Energy International teve um Ebit negativo de US$ 42 milhões no quarto trimestre de 2006, comparado com o Ebit de US$ 97 milhões no mesmo período do ano anterior.


Naquele trimestre, a empresa reconheceu um reserva de litigação de US$ 100 milhões para um acordo na disputa entre Citrus Trading e a Spectra Energy LNG Sales, subsidiária da Spectra Energy, que foi segregada do grupo Duke Energy. Em 2006, o Ebit ficou em US$ 139 milhões, contra US$ 314 milhões no ano anterior.


Bolívia – A Duke Energy International anunciou na última segunda-feira, 5, a venda de duas hidrelétricas em Cochabamba, Bolívia, para a Econergy International. As usinas, com capacidade de 147 MW, foram comercializadas por US$ 20 milhões. Com a transação, a Duke deixa de operar naquele país.

  Categorias: