CS 2007: Potencial aposta na intransigência

26 março 09:35 2007

Intransigência foi a marca da segunda rodada de negociação entre o Sinergia CUT e os representantes da Potencial, ocorrida na última terça (20), em Rio Claro.


Apesar da proposta conter avanços, o Sindicato a considerou insuficiente, pois não atende às principais reivindicações da Pauta construída pelos trabalhadores.
No econômico, a proposta é de 2,9% de reajuste salarial (ICV-Dieese) e mais 0,49% de aumento real, totalizando o percentual de 3,4% de reajuste.


Esse índice incidiria sobre o piso salarial, que passaria a R$ 390 e sobre o valor da PLR, cujo total seria de R$ 33.088 a ser dividido entre os trabalhadores. Quanto aos demais itens da Pauta, nenhuma manifestação a favor dos trabalhadores.


Assembléia
Essa foi a ‘proposta final’ apresentada pela Potencial que, pelo que deixa transparecer na mesa de negociação, tem pressa em colocar um ponto final na Campanha Salarial 2007.


Na certeza de que a categoria merece mais respeito e um acordo justo, o Sinergia CUT realizará assembléia encaminhando a proposta para a rejeição e discutindo a implementação de um Plano de Luta.

  Categorias: