Abinee atualiza balanço final e faturamento do setor chega a R$ 104,083 bilhões em 2006

27 março 10:55 2007

A Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica revisou e atualizou os números do setor referentes a 2006 e as expectativas para este ano. O setor teve, no ano passado, um faturamento de R$ 104,083 bilhões, o que representa uma alta de 12% sobre 2005. A área de Geração, Transmissão e Distribuição registrou aumento de 40%, alcançando R$ 9,169 bilhões. O segmento de transmissão, segundo a Abinee, foi suportado pelos investimentos decorrentes dos leilões realizados a partir de 2002, e da ampliação do número de subestações.


Na área de distribuição, o programa Luz para Todos foi o principal gerador de negócios em 2006, além da realização de alguns investimentos em função do crescimento do consumo de energia. De acordo com a Abinee, os negócios em transmissão e distribuição compensaram o baixo volume de encomendas de equipamentos para geração de energia, que só foram retomadas em outubro passado com o leilão de energia nova.


As exportações da indústria eletroeletrônica chegaram a US$ 9 bilhões no ano passado, 15% acima do valor registrado no ano anterior. O setor de GTD registrou crescimento de 54% nas vendas externas, chegando a US$ 554 milhões. A participação das exportações em toda a indústria eletroeletrônica ficou em 19% do faturamento, o menor nível desde 2001.


As importações de produtos eletroeletrônicos cresceram 23% no ano de 2006, atingindo US$ 18,7 bilhões. A área de GTD importou US$ 310 milhões, com alta de 39%. Com estes resultados, o déficit da balança comercial de produtos eletroeletrônicos atingiu US$ 9,7 bilhões, 32% acima do observado em 2005.


Expectativa – A expectativa das indústrias é que o faturamento do setor cresça 13%, atingindo R$ 118,048 bilhões este ano. A estimativa é que o setor de GTD alcance faturamento de R$ 11,054 bilhões em 2007, o que representará alta de 21% sobre o ano passado. Para o segmento, deverão continuar os investimentos em transmissão e distribuição e se iniciar as encomendas de equipamentos para o segmento de geração, em função do Programa de Aceleração do Crescimento.


As exportações da indústria eletroeletrônica deverão atingir US$ 10 bilhões em 2007, 12% acima do ano passado, enquanto as importações deverão chegar a US$ 22,3 bilhões, o que representará um crescimento de 19%. Considerando-se estes resultados, a estimativa é que o déficit da balança comercial do setor ficará em US$ 12,3 bilhões, 26% maior do que o verificado em 2006. (Alexandre Canazio)

  Categorias: