Emae aprova arrendamento da térmica Piratininga à Petrobras

27 março 10:56 2007

Acionistas votarão proposta em AGE prevista para 10 de abril. Geradora paulista vai ganhar R$ 45 milhões anuais por 17 anos


O conselho de administração da Emae aprovou o arrendamento da termelétrica Piratininga para Petrobras pelo período de 17 anos, segundo comunicado ao mercado divulgado na segunda-feira, 26 de março. A empresa paulista receberá R$ 45 milhões anuais por 17 anos pelo aluguel, com a transferência dos direitos de exploração de geração de energia. A Petrobras poderá exercer no 12º ano de vigência do contrato a opção de compra da usina.


A Emae será responsável pela operação e manutenção da Piratininga por um período de cinco anos renováveis. A empresa receberá pelos serviços R$ 15 milhões anuais. A Assembléia Geral Extraordinária foi convocada para às 10 horas do dia 10 de abril para que os acionistas se manifestem sobre o acordo de arrendamento.

  Categorias: