Dois pesos, duas medidas: chapa da Fiesp concorre com 133 cargos

26 abril 18:04 2007

Os grandes jornais desta quinta-feira (26) publicaram anúncio de meia página para divulgar a nova eleição da Fiesp, a federação das indústrias de SP, que acontece no dia 29 de maio próximo. A chapa única é encabeçada pelo atual presidente, Paulo Antonio Skaf, que concorre também a representante dos empresários paulistas na CNI (Confederação Nacional da Indústria). Com o presidente, a chapa única que deve comandar a Fiesp pelos próximos quatro anos, é formada por 133 empresários.


O anúncio chamou a atenção da direção do Sinergia CUT ao escancarar mais uma contradição dos patrões quando o assunto é representação de classe. Aos trabalhadores querem impor o que diz uma legislação ultrapassada que diz restringe a diretoria de sindicatos a 24 pessoas e ainda questionam a estabilidade sindical contra retaliações. Já quando a entidade é patronal entendem que não deve haver restrições.
 
É por isso que o Sinergia CUT defende a liberdade e autonomia sindical na prática há dez anos e reivindica a reforma sindical que ‘deve acabar com restrições absurdas e interferência de quem quer que seja’. Só os trabalhadores podem decidir quem e quantos dirigentes devem representar sua categoria. Questão de classe. 

  Categorias: