Elektro: crescimento de vendas e aumento tarifário influenciam resultados

15 maio 17:40 2007

Distribuidora vai concluir metas do programa Luz para Todos este ano. Investimentos chegaram a R$ 58 milhões no primeiro trimestre


O crescimento das vendas de energia, aliado à maior demanda dos consumidores livres, e o reajuste tarifário foram fatores decisivos para o aumento de 10,9% do lucro líquido da Elektro (SP) no primeiro trimestre deste ano. A afirmação foi do diretor Financeiro e Relações com Investidores, Marcelo Schmidt, em entrevista coletiva, nesta terça-feira, 15 de maio. A distribuidora lucrou R$ 143,5 milhões, contra R$ 129,3 milhões em 2006.


As vendas para os consumidores finais subiram 3,3% de janeiro a março deste ano, alcançando 2.501 GWh. O segmento comercial teve o maior crescimento, de 7,2% no período, acompanhado pelo residencial, com 4,5%. ‘O desempenho foi devido às altas temperaturas em comparação à média histórica’, explicou o executivo. A classe industrial teve um crescimento de 1,2% no consumo, a despeito da saída de consumidores para o mercado livre.


A demanda de energia dos consumidores livres elevou em 15,5% a receita pelo uso do sistema de distribuição, que chegou a R$ 77,9 milhões. Com isso, o faturamento total da Elektro subiu 9%, para R$ 982,6 milhões, ante R$ 901,6 milhões no primeiro trimestre de 2006. ‘O crescimento da receita de vendas se deve, portanto, ao crescimento físico da energia, a demanda dos consumidores livre, conjulgada ao reajuste tarifário’, analisou Schmidt.


O bom desempenho das vendas também colaborou para o aumento de 7,5% tanto do Ebtida, R$ 247,1 milhões, como do resultado operacional, R$ 215,5 milhões. A dívida líquida da Elektro caiu 23,6% no trimestre, para R$ 246,5 milhões. A distribuidora chegou em 31 de março com inadimplência de 4,15% do faturamento bruto dos últimos 12 meses. As perdas totais de energia ficaram estáveis em 6,85%, quando comparadas com dezembro de 2006.


Luz Para Todos – A Elektro pretende concluir o programa Luz para Todos no final deste ano. Serão realizadas este ano 9,2 mil ligações de novos consumidores, das quais 2,6 mil foram no primeiro trimestre. O investimento feito chegou a R$ 14,6 milhões de janeiro a março. ‘Fizemos ligações de clientes mais distantes, o que acarretou desembolso maior, mas isso é momentâneo’, afirmou Schmidt. A empresa já ligou 26,6 mil clientes desde 2004.


A Elektro fez ao todo investimentos de R$ 58 milhões nos três primeiros meses do ano. Além do Luz para Todos, o maior investimento, de R$ 26,5 milhões, foi na expansão, melhorias e na preservação do sistema elétrico. Outros R$ 2,6 milhões foram para novas ligações de clientes com carga inferior a 50 kVA. (Alexandre Canazio)

  Categorias: