CMS Energy: tem que melhorar!

16 maio 15:16 2007

O Sinergia CUT esteve reunido, na última segunda-feira (14), com a direção da CMS Energy em nova rodada de negociação. Apesar das tentativas e da insistência do Sindicato para vializar uma melhoria na proposta de Acordo Coletivo, o que se viu apenas foram avanços tímidos em relação à proposta anterior.


Um exemplo é o reajuste salarial, que saiu de 2,9% para 3,1%. Na PLR, o valor saiu de R$ 1.800 para 1.850. Ou seja, não dava para aceitar uma nova proposta desse nível (veja a proposta completa no quadro ao lado). Por isso, o Sinergia CUT recusou a proposta na mesa de negociação.


Após a recusa, o Sindicato relembrou à direção da empresa sobre a expectativa gerada nos trabalhadores.
Reforçamos a necessidade de discutir melhorias nas cláusulas sociais  e encaminhar uma proposta econômica de acordo com o nível e os resultados apresentados aos acionistas em seus balanços sócial e  o econômico-financeiro.


 Mas vamos manter a determinação de privilegiar a mesa de negociação. Nova reunião acontece no próximo dia 05 de junho. Aguarde informações.

  Categorias: