Segunda rodada: CESP patina e não avança

21 junho 18:45 2007

Na segunda rodada de negociação entre a direção da CESP e o Sinergia CUT na última quinta-feira (21), os trabalhadores saíram decepcionados e preocupados com a perspectiva de melhorias em curto e médio prazos.


A empresa insiste em jogar a proposta para baixo e não leva em consideração a pauta aprovada pela companheirada. A CESP encaminhou proposta de reajuste de 3,57% nos salários e benefícios.


O Acordo Coletivo teria vigência de um ano e a Cláusula de Gerenciamento de Pessoal resguardaria apenas 95% do quadro próprio.
A proposta foi rejeitada pelo Sinergia CUT na mesa.


A próxima rodada acontece dia 28 (quinta), às 14h. Veremos se até lá a empresa tenha a decisão de negociar de fato.

  Categorias: