Abdib diz que Angra 3 é importante para garantir segurança energética

26 junho 11:51 2007

Para Paulo Godoy, construção da usina injetará mais de R$ 3 bilhões de encomendas para fornecedores de bens e serviços


A Associação Brasileira de Infra-Estrtura e Indústrias de Base considerou ‘extremamente positiva’ a decisão do Conselho Nacional de Política Energética, que, na segunda-feira, 25 de junho, aprovou a construção da usina nuclear de Angra 3, no Rio de Janeiro. De acordo com a Abdib, a retomada das obras é fundamental para garantir mais segurança energética à matriz brasileira, bastante concentrada na energia hidrelétrica. Em nota, a associação manifestou que há viabilidade ambiental, tecnológica e tarifária para retomar as obras da usina.


Segundo o presidente da Abdib, Paulo Godoy, além da segurança para o abastecimento elétrico, a construção da usina injetará mais de R$ 3 bilhões de encomendas entre os fornecedores de bens e serviços. Para ele, outro importante fator é a manutenção do conhecimento e da tecnologia já desenvolvidos por vários anos no Brasil pelas empresas de engenharia de projeto.


‘Se o Brasil perder essa base de conhecimento existente, no futuro, quando de decisões de ampliação da capacidade de geração de energia por fonte nuclear, será necessário contratar esses serviços fora do país, contribuindo para a geração de empregos no exterior’, comentou Godoy. Outra importante decisão na avaliação da Abdib foi a confirmação da realização da nona rodada de licitação de blocos para exploração de petróleo e gás.

  Categorias: