Na Elektro, proposta aprovada

02 julho 12:12 2007

Os trabalhadores da Elektro aprovaram em assembléias a nova proposta de Acordo negociada entre o Sinergia CUT e a direção da empresa. Reajuste salarial de 5% e vigência do ACT por dois anos prorrogáveis por mais um ano foram alguns dos avanços arrancados nos últimos momentos de negociação. As assembléias deliberativas ocorreram entre os dias 26 e 28 de junho, em todos os locais de trabalho.


Mas não foi nada fácil chegar ao Acordo. Foram necessárias sete rodadas de negociação com intensos e calorosos debates. No início do processo, a Elektro afirmava que pretendia demitir à vontade e propunha reajustes que sequer repunha as perdas salariais do período.


A resistência do Sindicato surtiu o efeito desejado. Na última rodada, ocorrida no dia 19, a Elektro apresentou sua proposta final, com avanços e garantias para os trabalhadores. Por isso mesmo, a proposta foi levada pela primeira vez para avaliação e deliberação da companheirada.


Aprovada!
Na questão econômica, o reajuste salarial será de 5%, sendo 4,13% do ICV Dieese e mais 0,87% de aumento real. O mesmo percentual valerá para o Auxílio Creche e a Gratificação de Férias. O Vale Alimentação, Vale Refeição e Cesta Básica serão reajustados em 6% (para esta última, haverá correção na tabela, que passa a ser de 20% para todos). Confira alguns outros itens dessa vitória:



  • Vigência: até 31/05/09, prorrogável por mais um ano.
  • Cláusula 48: mantidos os quatro termos de escala (Call Center, COD, CSR e Linha Viva). Os seguintes termos serão incorporados ao ACT: restaurante, fundo de educação, pagamento e/ou compensação de horas extras, prazo determinado, praticante de eletricista e súmulas 172 e 191, PLR especial de venda, Plano de Assistência Médica e Odontológica, Recadastramento do BSPS, Ocorrências com Veículos.
  • Bolsa de Estudos: acréscimo de 30 bolsas em agosto de 2007 e de mais 34 em janeiro de 2008.
  • Gerenciamento de Pessoal:  2,5% de rotatividade por ano de  vigência do  ACT. O quadro mínimo fica em 2.300 trabalhadores.
  • Plano de Aposentadoria Especial: prêmio por aposentadoria e reconhecimento do período de estabilidade pré-aposentadoria de até 12 meses.
  • PLR: parcela fixa de R$ 2.078 mais 47,46% da parcela variável da remuneração Para a antecipação da PLR em julho de 2007,  haverá um valor igual para todos de R$ 1.150 da parte fixa mais 27% da remuneração (parte variavél).

Com a aprovação dos trabalhadores, o Sindicato já pode assinar o novo ACT.

  Categorias: