AES Eletropaulo tem reposicionamento tarifário de -7,92%

03 julho 15:49 2007

Consumidores paulistas sentirão redução de 11,83% nas tarifas de energia a partir de 4 de julho


A diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica aprovou, em reunião, nesta terça-feira, 3 de julho, os índices do processo de revisão tarifária da AES Eletropaulo (SP). A distribuidora teve um reposicionamento tarifário de -7,92% válido a partir desta quarta-feira, 4. Os consumidores sentirão uma redução média de 11,83% nas tarifas devido à inclusão de componentes financeiros negativos (-0,51%) e a retirada dos componentes de 2006 (-3,40%).


Os consumidores de baixa tensão terão redução de 12,66% nas contas de energia e os de alta tensão de 10,45%. A redução no segmento varia de 8,60% (A2) a 10,77% (A4), dependendo do segmento. A tarifa foi beneficiada pela queda no custo médio de capital e da Conta de Consumo de Combustíveis Fósseis. ‘A CCC puxou para baixo em 2,69% o reposicionamento tarifário’, explicou o diretor-relator Romeu Ruffino.


A Aneel fixou em 4,31% a taxa de depreciação dos ativos da distribuidora. Mas esse índice é provisório já que a área técnica verificou que o correto seria 4,32%. A diferença repressa cerca de R$ 1 milhão na receita da Eletropaulo. O índice será revisto, segundo o diretor, até o ano que vem quando a Aneel espera ter concluído a revisão da metodologia da empresa de referência.


O componente Xo do Fator X ficou em 2,42%. A base de remuneração bruta da Eletropaulo ficou em R$ 11,101 bilhões, enquanto a líquida em R$ 4,5 bilhões. O diretor explicou que os índices da segunda revisão tarifária são provisórios devido ao processo da empresa de referência. (Alexandre Canazio)

  Categorias: