Mais uma morte na Elektro

30 julho 13:36 2007

Dois acidentes de trabalho, sendo um fatal, foram registrados pela Elektro na semana passada. O caso mais grave ocorreu na quinta-feira (26), quando José Maria P. Santos, trabalhador de uma empreiteira que presta serviço para a Elektro na Regional de Itanhaém, executava serviço de roçada quando caiu de um barranco e bateu a cabeça nas pedras. Ele não resistiu aos ferimentos.


No dia anterior, quarta-feira (25), um outro trabalhador da Regional de Andradina, esse do quadro próprio, realizava uma emenda da rede primária quando o esticador do condutor se soltou atingindo e ferindo seu supercílio direito. A vítima recebeu os primeiros socorros no Hospital de Base de Ilha Solteira e em seguida foi encaminhada ao Hospital de Olhos de São José do Rio Preto, onde passou por cirurgia.


Até quando?
Esses são os únicos dados divulgados pela empresa até o momento a respeito desses acidentes. O Sinergia CUT relembra que, no último dia 25, em reunião com o Sindicato para discutir a precarização das condições de trabalho que vem resultando em graves acidentes, o próprio presidente da Elektro reconheceu a crise de segurança pela qual passa a distribuidora e se comprometeu a tomar providências para evitar mais tragédias.


Além de buscar mais informações sobre as causas desses últimos acidentes, o Sinergia CUT cobrará incessantemente da empresa mudanças e medidas imediatas que promovam na prática uma maior segurança no trabalho.

  Categorias: