Trabalhadores podem acionar Medral por coação

06 agosto 18:29 2007

Desde que a Medral perdeu a licitação que garantiria a continuidade de serviços prestados à Elektro, o Sinergia CUT vem recebendo denúncias de que os trabalhadores da empreiteira estariam sendo coagidos a pedir demissão para posteriormente serem contratados pela OMG, empresa que venceu a concorrência.
 
Atendendo à reclamação dos trabalhadores da Medral, foi realizada uma mesa redonda com o Ministério do Trabalho em Andradina, no útimo dia 31. A empreiteira compareceu e negou que está pressionando por demissão. O Sindicato também compareceu e reafirmou as denúncias.


Assim,  o Departamento Jurídico do Sinergia CUT continua à disposição dos trabalhadores que estejam dispostos a denunciar a Medral.  Com provas ou testemunhas da coação é possível entrar com ação individual solicitando rescisão indireta do contrato de trabalho (justa causa do empregador), garantindo assim o pagamento de todos os direitos devidos.

  Categorias: