Plenária encerra os trabalhos do 7 º ENU

13 agosto 18:37 2007

Foi realizada na sexta-feira, dia 10, a plenária do Encontro Nacional dos Urbanitários que aprovou o plano de ação nas áreas de saneamento e energia para o próximo período. O presidente da FNU, José Eduardo de Campos Siqueira, na saudação final aos delegados ressaltou o comportamento altamente democrático dos participantes. ‘Essa plenária foi exemplar, pois o não houve disputas, o consenso e o debate interno de alto nível prevaleceram. Conseguimos acertar o foco e reiteramos nossos objetivos’. Afirmou.


Na oportunidade o presidente agradeceu aos dirigentes do Sinergia – BA, na figura do seu novo coordenador, Paulo de Tarso, e do Sindae-BA, Pedro Romildo, a acolhida e o carinho com que receberam todos os participantes do 7º ENU.


Finalizando os trabalhos de sexta-feira, foram aprovadas as seguintes moções: de repúdio a intervenção política de Fernando Collor de Mello na Ceal em Alagoas; Contra a Compesa (Companhia Pernambucana de Saneamento) por descumprir o ACT; Pela atuação do Cepel da Bahia que está sendo pautada pela improbidade administrativa, autoritarismo, nepotismo dentro outras irregularidades; Contra o consórcio de saneamento no Piauí e a favor da manutenção e fortalecimento da Agespisa, em especial no sul do estado; A favor da manutenção de um representante da FNU no Conselho Curador do FGTS; Repúdio ao Governo de São Paulo pela forma com que as empresas energéticas estão se reestruturando, fato que contribui em muito para precarização das condições de trabalho, o que gera acidentes constantes e muitos deles fatais.

  Categorias: