Mais um grave acidente na Elektro

03 setembro 13:16 2007

Foi na sexta-feira, 31 de agosto. Um eletricista do quadro próprio da Elektro em Itapeva sofreu um grave acidente de trabalho quando executava duas tarefas em regime de Linha Viva na cidade de Capão Bonito. Com ferimentos e rosto queimado, foi socorrido e levado ao hospital de Itapeva.


O acidente ocorreu quando a vítima retirava o By-Pass. O bastão teria escorregado de sua mão e encostado em outra fase, provocando um arco voltaico. Dessa forma, as queimaduras no rosto do eletricista foram inevitáveis.


O Sinergia CUT apurou que, no momento do acidente, havia apenas uma equipe no local para realizar dois trabalhos. Isso fere a própria norma da empresa, segundo o Manual M 123 – técnicas de serviços de linha viva isolada até 34 KV.  O correto seria que duas equipes fossem deslocadas pela Elektro para realizar os serviços.


Tão logo ficou sabendo sobre mais esse grave acidente, o Sindicato procurou a vítima e constatou, nesta segunda-feira (03), que ele se encontrava em situação de ‘abandono’ pela empresa.


Sem comunicado
O Sinergia CUT entrou em contato com o Recursos Humanos da Elektro cobrando a legal e devida assistência médica, psicológica e assistência social para o eletricista acidentado. Espantosamente, a empresa afirmou que o caso ainda não havia sido comunicado ao setor devido.


O Sindicato, então, enviou carta à direção da Elektro denunciando o descaso para com a vida dos trabalhadores e solicitando providências para este e outros casos de irregularidades ocorridas na empresa e que vão contra a saúde e segurança do trabalhador.


O Sinergia CUT continuará acompanhando a evolução do estado de saúde do eletricista e, além das providências com relação à vitima, já reivindicou à direção da Empresa a apuração rigorosa das causas do acidente grave.

  Categorias: