Confirmado: Serra vai entregar a CESP

19 outubro 17:07 2007

O Citi foi selecionado ontem para assessorar o governo do Estado de São Paulo na modelagem de venda parcial ou total de empresas estatais, caso o governo decida, no futuro, adotar uma destas opções. Foram abertos os envelopes de três concorrentes contendo as propostas de comissão.


O Citi venceu por ter oferecido a menor delas, de 0,08% do valor arrecadado com a eventual venda de participações minoritárias ou controle acionário das companhias. O consórcio JP Morgan/Banco Fator, que tenta impugnar a participação do Citi sob alegação de documentação incompleta, propôs comissão de 0,46%. E o Merrill Lynch, de 0,48%.


Na semana passada o Banco Fator venceu a concorrência para executar o chamado serviço A, de avaliação de 18 estatais paulistas. O Citi venceu a licitação para executar o serviço B, ou seja, para estudar alternativas para as empresas, como venda de controle, oferta de ações ou parceria.


Tanto o governador de São Paulo, José Serra, quanto o secretário da Fazenda, Mauro Ricardo Costa, têm afirmado que não há decisão tomada sobre venda de ações das companhias. Serra chegou a negar qualquer intenção de privatização. No entanto, a licitação para contratar bancos para assessorar o governo está em curso desde setembro, com seus detalhes devidamente publicados no Diário Oficial paulista, e é específica para modelagem de venda.


Segundo o Valor apurou, o governo não quer dar publicidade aos planos por razões políticas, para evitar críticas de adversários em relação às privatizações.


No entanto, é dada como certa a venda integral da companhia elétrica Cesp, que já vem sendo preparada para isso. Essa deve ser a primeira operação a sair. (Grifo nosso) Ofertas públicas de ações do banco Nossa Caixa e da companhia de saneamento Sabesp (envolvendo participações minoritárias) também estariam nos planos, segundo fontes do setor financeiro.



As três empresas são consideradas os melhores ativos do Estado e formam o chamado grupo 1. Pelas regras do edital de licitação do serviço de modelagem, o Estado só poderá vender uma empresa deste grupo a cada ano. Integram ainda a lista das 18 estatais o Metrô, a Dersa (administra rodovias) e a Cetesb, além do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT).

  Categorias: