Comgás descarta falta de gás em casas, postos e no comércio

01 novembro 12:50 2007

Após a Petrobras anunciar na terça-feira (30) a redução no fornecimento de gás no Rio de Janeiro e São Paulo, a Comgás, principal distribuidora do produto no estado de São Paulo, descartou problemas no abastecimento de residências, postos de combustível e pontos de comércio.


A redução do fornecimento também vale para as empresas CEG, CEG-Rio, responsáveis pela distribuição do produto no Rio de Janeiro. Nesta madrugada, o Tribunal de Justiça do estado determinou a volta do fornecimento. Em São Paulo, o corte do gás natural será compensado com o uso do álcool combustível.


A Comgás informou que firmou um acordo com sete grandes indústrias paulistas e que elas vão começar a utilizar o óleo combustível. Como o óleo é mais caro do que o gás, o acordo prevê que a Petrobrás pague a diferença.


A grande preocupação em São Paulo é com o píolo ceramista do interior, 100% movido a gás. As empresas fizeram a adequação da fonte de energia para gás com incentivo do próprio governo.


A Comgás é responsável pelo abastecimento da capital, Grande São Paulo, Vale do Paraíba e Baixada Santista.

  Categorias: