Governo aprova orçamento de estatais para 2008

12 novembro 13:23 2007

Eletrobrás terá um orçamento de R$ 14,358 bilhões no ano que vem e a Petrobras, de R$ 224,737 bilhões


O governo aprovou o Programa de Dispêndios Globais das estatais para 2008, que prevê para onde irão os recursos dos orçamentos das empresas, segundo decreto presidencial publicado no Diário Oficial da União da quarta-feira, 7 de novembro. A holding Eletrobrás terá um orçamento de R$ 14,358 bilhões para o ano que vem, sendo que a rubrica investimentos prevê R$ 64 milhões. Os dispêndios correntes ficarão com R$ 10,462 bilhões em 2008.


As outras estatais do setor, subsidiárias do grupo Eletrobrás, têm previsões de investimentos maiores por serem os braços operacionais da holding. A Eletronorte tem um orçamento total de R$ 5,445 bilhões, com investimentos de R$ 575 milhões. A Eletrosul terá um orçamento de R$ 1,052 bilhão, com destinação de R$ 440,542 milhões para investimentos. Já a Chesf tem previstos R$ 5,153 bilhões, com investimentos de R$ 962,693 milhões em 2008.


O maior orçamento do grupo será de Furnas com R$ 7,055 bilhões para o ano que vem, sendo R$ 1,142 bilhão para investimento. Já a Eletronuclear terá orçamento de R$ 2,167 bilhões para 2008, dos quais R$ 807,409 milhões para investimentos. Entre as distribuidoras federalizadas, o maior orçamento é da Manaus Energia de R$ 2,933 bilhões, com investimentos de R$ 348,3 milhões. A CGTEE tem R$ 940,693 milhões e investimento de R$ 143,010 milhões.


A Empresa de Pesquisa Energética terá orçamento de R$ 62,966 milhões no ano que vem, dos quais R$ 2 milhões estão na rúbrica investimentos. A Petrobras tem um orçamento previsto de R$ 224,737 bilhões para os 12 meses do ano que vem. A rúbrica de investimentos tem destinados R$ 36,885 bilhões e os dispêndios correntes, de R$ 136,960 bilhões. (Alexandre Canazio)

  Categorias: