Ação do FGTS: dinheiro na conta desde outubro

14 novembro 12:10 2007

Foram retomados os pagamentos da Ação Coletiva das diferenças dos expurgos do FGTS que o SINERGIA CUT ajuizou em 04 de março de 1993, representando seus filiados. O depósito foi efetuado pela Caixa Econômica Federal (CEF), no final do mês de outubro, na conta de 244 reclamantes habilitados, conforme acertado na audiência de 24 de agosto passado, na 2ª Vara da Justiça Federal de Campinas.


A Área Jurídica do Sindicato encaminhará carta aos reclamantes orientando para o saque e o pagamento dos honorários advocatícios de 10% dos valores creditados na conta do FGTS em decorrência da ação judicial e do envio dos comprovantes.


Importante lembrar que essa Ação Coletiva foi contra a CEF, sendo discutida na área do Direito Civil. Dessa forma, o Sindicato esclarece que é obrigação legal o pagamento dos honorários advocatícios. O valor cobrado (10%) é o mesmo para todos (filiados ou não filiados), conforme acordo firmado.


Também é bom ressaltar que foi estabelecido o prazo de 12  meses para o encerramento da execução. A Área Jurídica já está encaminhando à CEF uma segunda remessa (500 reclamantes), de acordo com o que ficou estabelecido na audiência de agosto. Aos trabalhadores da ativa, aposentados e de outras categorias que ainda não se habilitaram para recebimento das perdas do FGTS através dessa ação coletiva, ainda há este prazo de menos de doze meses. Fique atento!

  Categorias: