Eletrobrás espera licenciamento de Belo Monte para 2008

22 novembro 12:24 2007

Empresa estuda ainda mais uma expansão para Tucuruí, que poderá adicionar mais oito turbinas e 1,5 mil MW a capacidade instalada


Depois de um percurso de 20 anos, a Eletrobrás caminha, finalmente, para concluir o processo de licenciamento da hidrelétrica de Belo Monte, no rio Xingu, no Pará. Segundo o presidente em exercício da estatal, Valter Cardeal, o processo será terminado no ano que vem. Ele disse que foram feitos cinco estudos para desenvolver o projeto: os estudo e relatório de impacto ambiental, a avaliação integrada de bacia, um estudo antropológico e outro de sustentabilidade. Belo Monte deverá ter 11.181 MW e um reservatório de 440 quilômetros quadrados.


‘Estamos caminhando para concluir os estudos’, disse Cardeal na última quarta-feira, 21 de novembro, durante seminário na Comissão de Minas e Energia da Cãmara dos Deputados. O executivo revelou também que a empresa está estudando a implantação de mais sete ou oito turbinas em Tucuruí, o que adicionaria uma capacidade instalada de 1,5 mil MW. A hidrelétrica tem atualmente 24 turbinas e capacidade de mais de 11 mil MW. Cardeal também confirmou que as subsidiárias da Eletrobrás concorrerão ao projeto de Santo Antônio (RO-3.150,4 MW), previsto para 10 de dezembro. O grupo terá a participação de Furnas, Eletronorte, Eletrosul e Chesf no certame associadas a diferentes sócios privados. (Alexandre Canazio)

  Categorias: