Sindicância já!

10 dezembro 09:59 2007

Gerente da CESP é acusado de fraude e preso em operação da Polícia


Notícias veiculadas pela mídia desde a última quinta (05) dão conta de que o gerente da CESP Valdir Paschoalin foi preso pela Polícia Civil, junto com outros acusados,  numa operação que recebeu o nome de Mexilhão Dourado. Paschoalin é gerente do Departamento de Patrimônio da Usina de Porto Primavera.


De acordo com as matérias, ele e mais dois funcionários da CESP são acusado pelo Ministério Público de fazer parte de um grupo que, nos últimos três anos, teria fraudado cerca de R$ 30 milhões da prefeitura de Rosana (SP) em concorrências públicas.  Ele teria sido pego na mesma madrugada em que a Polícia prendeu outras 19 pessoas na operação que atinge os estados de SP, RS e MT. Entre os acusados presos estavam também o presidente da Câmara Municipal de Rosana, cinco vereadores e o ex-prefeito da cidade Jurandir Pinheiro, destituído do cargo em setembro.


Diante da gravidade das denúncias, o Sinergia CUT já solicitou formalmente abertura de sindicância interna para apuração dos fatos. Ofícios foram encaminhados ao presidente da CESP Guilherme Cirne de Toledo e à secretária de Energia de SP, Dilma Seli Pena, na sexta-feira (07) da semana passada.

  Categorias: