Ministra afirma que uso do gás tem prioridade para geração térmica

23 janeiro 10:03 2008

O governo considera que em casos excepcionais o uso do gás natural deve ser destinado prioritariamente para a geração térmica. Segundo a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, o gás natural é um combustível nobre e deve ser destinado para atendimento energético em caso de necessidade de preservação dos reservatórios.


Segundo ela, o uso de gás natural com combustível veicular pode ser considerado como alternativa à gasolina e ao álcool, mas listou as prioridades de atendimento em caso de uma eventual adoção de prioridades diante de redução de oferta.


Para ela, o uso do GNV como combustível ‘único’ pelos motoristas é uma temeridade e listou a ordem de prioridades no uso do gás. A geração térmica é a primeira da lista, seguida pelo uso industrial – pela característica do combustível, de queima uniforme. Em seguida, avalia, são atendidos o uso veicular – como transporte de massa – e o residencial, ficando por último os motoristas de carros.


‘O Brasil e a Argentina são os únicos países que destinam o gás para uso veicular’, explicou a ministra, durante apresentação do balanço do Programa de Aceleração do Crescimento, nesta terça-feira, 22 de janeiro, no Palácio do Planalto. (Fábio Couto)


 

  Categorias: