Reconhecimento das centrais: dirigentes obtêm compromisso pela aprovação sem emendas

14 fevereiro 16:52 2008

Os líderes do PT, do PCdoB, do PSB, PDT e do PV na Câmara dos Deputados comprometeram-se a encaminhar a votação do projeto de reconhecimento das centrais sindicais com o mesmo texto aprovado no Senado.


Uma comissão de dirigentes sindicais reuniu-se na manhã de quarta (13) com os parlamentares, quando foi firmado o compromisso. Logo depois, às 12h30, o grupo foi recebido pelo presidente da Câmara, Arlindo Chinaglia, que reiterou a promessa feita no dia 5 de dezembro, no encerramento da 4a Marcha da Classe Trabalhadora, quando afirmou que fará todos os esforços pela aprovação do projeto.


Os dirigentes sindicais também se reuniram com o líder do PT na Câmara, Maurício Rands, e com os deputados Vicentinho, Marco Maia, Paulo Teixeira e Paulo Rocha. Todos reafirmaram o compromisso de aprovar o projeto sem alterações.


Não há, por enquanto, previsão de data para a votação da matéria, em função das medidas provisórias que ainda trancam a pauta da Câmara.


‘O argumento principal para convencer os parlamentares a aprovar o reconhecimento das centrais é o compromisso de produzirmos uma proposta de extinção do imposto sindical e implementação da contribuição negocial’, explica Carlos Henrique de Oliveira, coordenador do Escritório de Brasília. Denise Motta Dau, secretária nacional de Organização Sindical, que também representou a CUT nas audiências, avalia que ‘as centrais sindicais estão mobilizadas para acompanhar a votação, que deve ocorrer entre o final da próxima semana ou a partir do dia 25’.

  Categorias: